fbpx

Sacos compostáveis, como é que se diferenciam dos sacos biodegradáveis?

bolsa-basura-100-bio-compostable-44x44cm-600-uds

Os sacos compostáveis estão na boca de todos, mas nem todos conhecem as características destes sacos, saberia distingui-los de outros como os biodegradáveis?

Quando falamos de sacos compostáveis, pensamos numa solução para a poluição causada pelos sacos de plástico. Mas é uma opção ecológica com características muito específicas, quer conhecê-las?

O que é um saco compostável?

Este tipo de sacos são feitos com recursos vegetais renováveis, o que significa que a matéria-prima dos sacos de plástico tradicionais é convertida em bioplástico.

Isto resulta numa redução exponencial do processo de biodegradação: Os sacos plásticos clássicos levam cerca de 450 anos a decompor-se naturalmente, enquanto os compostáveis completam este processo em apenas 6 meses.

Significado de compostável

Quando falamos do termo compostável, estamos a referir-nos à forma como os plásticos se biodegradam, e a primeira coisa a saber é que nem todos os plásticos têm o mesmo processo de degradação.

Um produto é compostável quando pode biodegradar-se em condições físicas que normalmente não ocorrem no ambiente natural, o que significa que a compostabilidade é um processo humano.

A realização deste processo requer um elevado nível de humidade, altas temperaturas e uma presença significativa de oxigénio. Para melhor compreender isto através de um exemplo, os sacos compostáveis degradam-se ao mesmo ritmo que a matéria orgânica que contêm.

Diferenças entre sacos compostáveis e biodegradáveis

O processo de degradação de um saco compostável é diferente do de um saco biodegradável. A diferença fundamental é que, ao contrário dos sacos compostáveis, os sacos biodegradáveis desintegram-se normalmente na natureza sem a presença do factor humano.

>  Se lhe pedirem um smoothie, sabe do que estão a falar?

É uma degradação resultante de um processo biológico de diferentes organismos que tem lugar nas condições naturais do ambiente. Por exemplo, animais e plantas processam estes resíduos de forma autónoma.

É compostável ou biodegradável um sinónimo de bioplástico?

Os bioplásticos são plásticos que, ao contrário dos produzidos a partir do petróleo, são derivados de fontes renováveis de biomassa, tais como gorduras, vegetais ou óleos.

Existe uma vasta gama de bioplásticos. Por exemplo, podem ser feitos a partir de ácidos presentes em plantas como o milho, ou podem ser originários de microrganismos.

Neste ponto, devemos ser claros sobre a relação entre o termo bioplástico e compostável ou biodegradável: a maioria dos bioplásticos são biodegradáveis e compostáveis, mas estes dois atributos não são necessários para que possam ser considerados bioplásticos.

Propriedades dos sacos compostáveis

Em muitas ocasiões, somos reticentes a este tipo de sacos acreditando que nos vão trazer uma funcinalidade pior do que o plástico de toda a vida, mas analisando as propriedades destes sacos, muitos preconceitos podem ser deixados para trás

  • Flexibilidade
  • Resistência
  • Impermeabilidade
  • Tolerância à humidade

Para além destas propriedades físicas, as vantagens em termos sociais da utilização de sacos compostáveis são fundamentais para considerar a sua utilização:

  • Tornaram-se uma grande ferramenta a favor da consciência ambiental
  • Representam uma alternativa ideal ao uso de sacos de plástico na nossa vida quotidiana
  • Reduzem a poluição ambiental global e a poluição de pontos específicos, tais como ruas, praias e rios
  • Permitem melhorar os espaços de betão em termos de saúde

Como reciclar este tipo de sacos

Uma vez que decidimos optar por sacos compostáveis, temos de nos certificar de que efectuamos uma reciclagem correcta.

>  Nomes para empresas de fast food Procurem o ideal!

Isto é realizado no recipiente de resíduos “apenas orgânicos”, de modo a que o saco se torne outro elemento para se tornar composto, um produto obtido a partir de materiais orgânicos sujeitos a um processo de oxidação (compostagem).

Caso não tenhamos à nossa disposição este tipo de recipientes, devemos dispor de sacos compostáveis nos depósitos do “resto”, evitando assim os recipientes de metal, papel, plástico ou vidro.

Como é regulada a embalagem compostável?

Existe uma norma que endossa a compostabilidade de diferentes embalagens, um quadro que é definido pelos seguintes requisitos:

  1. Controlo da composição para excluir elementos nocivos para o ambiente, por exemplo, materiais pesados
  2. Avaliação na qual se verifica se em 6 meses se degradou a 90%
  3. Estabelecimento de um tamanho máximo (menos de dois metros quadrados)
  4. Determinar se o bio-resíduos é adequado para compostagem

Se estiver convencido de dar o passo em direcção aos sacos compostáveis, na Monouso oferecemos uma vasta gama de variedades que se adaptam às necessidades de cada cliente, tanto pela sua estética como pela sua funcionalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

BASIC DATA PROTECTION INFORMATION

Responsible: Envalia Group, S.L.

Purpose: Gestionar las solicitudes realizadas a través del sitio web, enviar comunicaciones comerciales y, en su caso, compras en línea.

Legitimation: Consentimiento del interesado.

Recipients: Los datos sólo se transmiten a los proveedores que tienen una relación contractual con Monouso.

Rights: Acceso a, Corrección, cancelación, oposición y otros derechos como se explica en la “Información adicional”.

Additional information: You can find additional and detailed information on data protection in our privacy policy