fbpx Skip to content
Monouso Blog

Luvas de vinil: utilizações e recomendações

vinilo-port

O aumento do número de casos de coronavírus (Covid-19) aumentou a preocupação em manter uma higiene adequada para evitar um possível contágio. Neste sentido, as luvas descartáveis, como as luvas de vinil, são uma medida de proteção eficaz contra o vírus e fazem também parte do equipamento de proteção pessoal (EPI) contra o Covid-19. As luvas de proteção contra agentes biológicos devem garantir a impermeabilidade, a máxima flexibilidade e uma elevada sensibilidade, a fim de permitir a sua utilização em todos os tipos de trabalho.

Existem atualmente vários tipos de luvas descartáveis no mercado para responder a diferentes necessidades. O nível de proteção, conforto ou durabilidade são fatores que variam entre tipos de luvas, que incluem luvas de látex, luvas em nitrilo e luvas em vinil.

O que são luvas de vinil?

As luvas de vinil são um tipo de luvas descartáveis derivadas de resinas de PVC sintéticas, pelo que não apresentam o mesmo risco de alergia que as alternativas de látex ou borracha natural, tornando-as uma opção atrativa para a preparação de alimentos e a segurança dos empregados.

O vinil é menos elástico que o nitrilo e o látex, proporcionando um ajuste mais solto e uma sensação suave e confortável. Além disso, este material oferece maior permeabilidade e menor resistência do que as luvas em nitrilo ou látex.

As luvas de vinil têm as seguintes características:

  • 100% sem látex.
  • Elástico.
  • Resistente a produtos químicos: ácidos e bases fortes, sais, outras soluções aquosas e álcoois.
  • Resistente a alimentos, água, óleos e petróleo.

Para que são utilizadas as luvas de vinil

vinilo-guantes

As luvas de vinil são recomendadas para tarefas de curta duração com uma elevada frequência de mudança, tais como ortodontia, uso doméstico, indústria alimentar ou uso residencial para limpeza de pacientes.

Este tipo de luvas é utilizado principalmente na indústria alimentar para garantir o cumprimento das normas de higiene. O seu ajuste mais frouxo torna-os ideais para quem trabalha no comércio varejista de alimentos, permitindo que as pessoas retirem as suas luvas rápida e facilmente quando lidam com os clientes. Além disso, a resistência das luvas de vinil aos óleos torna-as um elemento de protecção ideal para a indústria hoteleira.

As luvas de vinil também oferecem proteção durante a limpeza geral, como, por exemplo, quando se muda de roupa de cama ou de lavandaria. Estas luvas são particularmente adequadas para utilização na área da saúde, médica ou dentária, uma vez que cumprem a norma relativa às luvas de proteção médica (EN 455) e melhoram a proteção do paciente e do utilizador contra qualquer risco biológico e químico. As luvas de vinil cumprem todos os requisitos para testes de segurança microbiológica e baixo risco químico (EN 374-2 e EN 374-3).

Luvas descartáveis com pó ou sem pó?

A maioria das nossas luvas de vinil está disponível tanto nas variedades em pó como nas não em pó. As luvas em pó são cobertas com uma camada leve de pó de amido de milho básico que ajuda a calçar a luva e também a absorver a transpiração. Alguns utilizadores consideram isto benéfico e aumenta o conforto durante a utilização prolongada. Em ambientes clínicos, pode ser preferível utilizar luvas sem pó para minimizar o risco de contaminação cruzada que ocorre através da dispersão natural do pó.

O pó utilizado nas luvas de vinil, para garantir que são fáceis de calçar e de tirar, é amido de milho. Isto garante que as mãos podem caber nas luvas sem qualquer problema, mas algumas pessoas descobrem que sofrem de irritação causada pela fricção do pó na luva e, portanto, as variedades sem pó são mais frequentemente escolhidas.

Recomendações para a utilização de luvas de vinil

As luvas descartáveis, como as luvas de vinil, oferecem uma excelente proteção contra a contaminação, desde que sejam usadas e removidas corretamente. Para tirar o máximo proveito do uso das luvas, recomendamos que siga as instruções abaixo:

Passo 1: Escolha a luva adequada

Escolha uma luva que se adapte bem a si e que tenha sido desenhada para o uso pretendido.

Etapa 2: Verificar o estado da luva

Verifique cada luva quanto a rasgos e perfurações.

Passo 3: Lave as suas mãos

As luvas nunca devem substituir a lavagem ou desinfecção adequadas das mãos. Por isso, é aconselhável lavar as mãos antes e depois de calçar as luvas.

Passo 4: Utilize as luvas

Calce as luvas. Enquanto usar luvas descartáveis, não toque em telefones, maçanetas ou similares.

Passo 5: Descarte as luvas após a utilização

Nunca lave ou reutilize luvas descartáveis. As luvas devem ser utilizadas quando necessário e durante o tempo necessário, uma vez que o abuso das luvas dá falsa segurança e aumenta a contaminação cruzada.

Em qualquer uma das seguintes situações, não se esqueça de retirar as luvas, lavar as mãos e calçar um novo par de luvas:

  • Entre pacientes ou tarefas.
  • Quando as luvas ficarem contaminadas.
  • Quando as luvas ficam sujas.
  • Quando as luvas se partem.
  • Quando as luvas tiverem sido usadas durante quatro horas consecutivas.
  • Depois de espirrar, tossir ou tocar no cabelo ou no rosto.

É importante retirar as luvas corretamente e seguir uma técnica adequada, como a que se segue, a fim de evitar a contaminação do exterior.

Em suma, as luvas de vinil podem ser usadas uma vez e descartadas e são uma escolha ideal para controles de limpeza ou testes de utilização única, em que o látex pode causar uma reação alérgica. Vêm numa versão em pó para fácil encaixe e alguns são mesmo esterilizados para controlo de infecções.