fbpx

Como ser um Garçom rápido em poucos dias

A cada hora o número de restaurantes que querem contratar pessoal formado está a crescer. Precisam deles para satisfazer as exigências do negócio e fornecer um bom serviço aos seus clientes.

É importante que, para obter a posição de empregado de mesa, demonstre que é uma pessoa rápida, ágil na recepção de encomendas, respeitosa, responsável, com capacidade de aprender, comunicativa e conhecedora da cozinha, pelo menos nos aspectos mais básicos.

Se é novo no mundo da gastronomia ou tem pouca experiência, deve ter em conta cada uma das dicas que lhe deixaremos em baixo para que possa oferecer um serviço agradável e eficiente, como um garçom rápido e profissional.

Dicas para ser um barman rápido

Com estas recomendações irá atender mais clientes por dia, da forma correcta e como todos esperam.

Por outro lado, ao ter conhecimentos sobre as melhores práticas no trato com os comensais, irá satisfazer as expectativas que eles têm em relação ao restaurante.

Fique descansado, todo esse esforço será recompensado com uma boa gorjeta. Pelo menos na maioria dos casos.

Vamos ver alguns truques para ser um barman rápido:

Vender experiências

Ser um garçom rápido não se trata de ir às corridas, trata-se de antecipar o cliente, ter a resposta à pergunta que ainda não fez.

Quando vamos a um restaurante para comer, por vezes não sabemos o que escolher no menu. Não importa se estamos a visitar o local pela primeira vez ou se somos clientes do local.

É aí que entra a velocidade do Garçom.

Deve conhecer todos os pratos do menu. Que ingredientes têm, como são cozinhados, como são conhecidos, as suas texturas, é preciso poder ajudar o comensal a escolher o que vão comer nessa noite.

Quando um dos clientes pergunta sobre um prato, deve responder com certeza. Não se percebe bem que se deva retirar para a cozinha para investigar os ingredientes e desperdiçar o tempo do comensal.

O mesmo acontece com as bebidas. Se houver um sommelier no seu restaurante, pode ir ao seu conhecimento, antes do serviço, ou telefonar-lhe para dar a sua recomendação ao cliente.

Caso não a tenha, pergunte ao chef que tipo de bebida combina melhor com a preparação do dia.

Algo a evitar é alterações de última hora ou inesperadas por parte do cliente. Imagine que alguém leva algum tempo a seleccionar a sua recomendação e o prato desaparece. Vai forçá-los a escolher novamente.

Sentir-se positivo

Transmite sempre uma imagem agradável e atenta, e toma as ordens dos clientes com um sorriso para gerar confiança. Lembre-se de que “por favor” e “obrigado” são chaves que abrem muitas portas.

Se o tratamento dos convidados para consigo não for o melhor, mantenha uma atitude profissional. Embora o abuso não seja justificado, não se conhecem as razões pelas quais os clientes estão de mau humor e não são os seus próprios problemas. Ser empático.

Quando estiver a servir um grande grupo e tiver poucos clientes, não se apressar ou stressar. Os clientes notam quando isso acontece. A atmosfera torna-se tensa e torna-os desconfortáveis.

Reserve algum tempo para ouvir e responder a perguntas sobre o menu. Não forçar ninguém a tomar decisões precipitadas.

Levantar e limpar as mesas

Retirar pratos e copos que os comensais tenham acabado de utilizar. Limpar o espaço e levá-lo para a cozinha para lavagem. Fazê-lo antes de lhe ser pedido poupa tempo e dá um sinal claro de que está ciente das suas necessidades.

Quando os clientes deixarem a mesa, não se esqueça de apanhar quaisquer utensílios ou lixo que aí restem. Além disso, limpar quaisquer restos de comida da mesa. Se necessário, substituir os lençóis.

Verifique se os seus clientes não deixaram nada para trás. É comum que os sacos fiquem no encosto das cadeiras. Vão agradecer-lhe para lhes poupar o trabalho.

É importante cumprir com estes aspectos porque a impressão do cliente é importante. O seu negócio será lembrado noutra altura e eles voltarão para o restaurante.

Funções de cada bom garçom

Mesmo sem qualquer conhecimento de cozinha, todos nós temos uma ideia básica do que é um bom empregado de mesa. Tudo se resume a uma coisa: fazer-nos sentir bem durante a nossa estadia no restaurante.

>  Tradição da toalha de mesa de piquenique axadrezada Vichy

Sabendo esta premissa, aqui estão algumas acções que todo o bom empregado de mesa deve dominar:

  • Acolher o restaurante com uma recepção agradável, mantendo sempre o contacto visual e um sorriso.
  • Colocar os convidados numa mesa que se adapte ao número de pessoas. Certifique-se de que a mesa foi limpa antes de um cliente se sentar.
  • Enquanto os comensais esperam pelo menu, oferece bebidas e tapas para tornar a sua estadia mais agradável.
  • Entregar a ementa aos comensais, sugerir os pratos do dia que o restaurante tem e tomar o comando com as especificações culinárias sem demorar muito tempo.
  • Reveja o comando imediatamente antes de se reformar. Caso tenha escrito algo diferente e caso o cliente queira acrescentar algo mais à encomenda. Uma vez terminada a encomenda, retirar o menu da mesa, é desnecessário.
  • Quando todos tiverem terminado de comer, pedir permissão para retirar pratos, talheres e copos não utilizados.
  • Depois de apanhar os pratos, limpar as migalhas e os restos de comida com um pano. Tenha cuidado para não sujar a roupa dos seus clientes.
  • Este é o momento ideal para oferecer um menu de sobremesas. Nunca faz mal recomendar algo que corresponda ao que acabou de comer. No caso de não querer sobremesa, ofereça um bom café para beber enquanto espera pela conta.
  • Quando a conta é solicitada, deve ser entregue ao anfitrião da mesa. É natural verificar se os pratos correctos estão a ser cobrados e indicar o método de pagamento.
  • Cuando se solicita la cuenta, debe ser entregada al anfitrión de la mesa. Es natural comprobar que se cobra la vajilla correcta e indicar el método de pago.
  • Quando o cliente se vai embora, despede-se com um sorriso e deseja-lhe um bom dia ou uma boa noite.
  • A mesa é imediatamente limpa e organizada para que esteja pronta a servir novos clientes.

Garçon perfeito? Desta forma

A qualidade profissional oferecida por cada um dos membros do pessoal do restaurante é fundamental para a aceitação, popularidade e prestígio do restaurante.

É por isso que os proprietários de restaurantes procuram contratar pessoas que demonstrem um compromisso real com o trabalho. Querem garantir que as expectativas dos comensais em relação ao serviço prestado no restaurante são satisfeitas.

Aqui estão algumas das qualidades que os proprietários de restaurantes procuram quando contratam um empregado de mesa rápido.

Ter boas capacidades de comunicação

Deve ser uma pessoa empática, tolerante e amigável. Com estes ingredientes, os seus clientes sentir-se-ão confiantes desde o primeiro momento da sua atenção.

A paciência é também importante para ajudar os comensais indecisos e receber encomendas dos mais exigentes.

Outro aspecto fundamental é sorrir, para dar um aspecto mais caloroso à atenção que se oferece. Mas cuidado, muitas pessoas preferem que o serviço seja executado por uma pessoa séria, mas com calor.

Compromisso de trabalho

A pessoa que ocupa o cargo do garçom tem de estar ciente de que este trabalho não consiste apenas em receber ordens, servir pratos e limpar mesas.

São o rosto do restaurante que, com a sua atitude e carisma, vende aos clientes uma experiência completa, incluindo os pratos e bebidas que são preparados no negócio.

Numa noite movimentada, apesar do movimento e do facto de haver muitos convidados desacompanhados, é preciso manter a calma. O trabalho de restauração depende da paz do cliente. O stress, em todos os momentos, é seu e não da pessoa que come.

As pessoas envolvidas no seu trabalho são também mais apreciadas. Quem sabe como lidar e resolver os contratempos ou inconvenientes que o restaurante expõe, mantendo um comportamento profissional.

Conhecer as regras do protocolo

A experiência e o profissionalismo do restaurante são alcançados com a participação activa das pessoas que trabalham no negócio. Dentro deste aspecto, os garçons devem ter pleno conhecimento das técnicas e regras para servir uma mesa.

Os empregados devem servir os pratos às senhoras perante os cavalheiros, e devem ser sempre servidos do seu lado esquerdo. Quando os convidados tiverem terminado de comer, os pratos são retirados do lado direito.

Quando os tabuleiros precisam de ser passados sobre a mesa, esta é rodada da esquerda para a direita no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio.

Por outro lado, ao servir a sobremesa aos convidados, é necessário retirar da sobremesa os condimentos e talheres que não são apropriados para provar.

>  Gel desinfectante para as mãos: porquê cheirar mal algumas mãos?

Falar varios idiomas

Quando estamos a viajar noutro país, a língua é uma barreira de comunicação.

Aqueles que estão na cidade para o turismo apreciarão que os garçons conheçam várias línguas, pelo menos o inglês.

Muitas vezes, devido à falta de pessoal multilingue, perdem-se os comensais que podem dar uma pontuação favorável para aumentar a popularidade do estabelecimento.

Outro detalhe que faz a diferença é que os garçons são fluentes nas línguas de algumas comunidades autónomas. Com isto, servir os clientes na sua própria língua será um detalhe que lhes agradará e eles lembrar-se-ão sempre disso.

Truques do empregado de mesa para aumentar as suas gorjetas

As gorjetas são rendimentos extra. São alcançados através da oferta de um serviço de qualidade aos clientes. Algumas pessoas afirmam que se trata de um pequeno salário dado pelos clientes. A realidade é que pode não ser “pequena”.

O dinheiro extra nunca faz mal. É por isso que lhe trazemos várias dicas para melhorar o seu serviço e ter mais benefícios dessa forma.

  • Preséntate: Al atender a los comensales y presentarte, genera simpatía y confianza con los clientes. Si te vas a presentar, debes hacerlo en un tono amigable y nunca de manera maleducada.
  • Inclinar-se para o nível do cliente: Embora existam regras que indicam que não é apropriado, estar ao nível do cliente permite ouvir mais claramente o comando e cria intimidade ao facilitar o contacto visual com eles.
  • Estabelecer contacto físico com o cliente: Ao ter contacto com os comensais, desde que não seja abusivo, gera simpatia e – por vezes – induz o cliente a comer mais comida.
  • Agradece: La gratitud genera en los comensales la necesidad de premiar la buena atención al camarero. Si además de agradecer durante el servicio, escribes “gracias” en la factura de la comanda, los clientes tienen a aumentar la cantidad de propina.

Erros que todo bom garçom deve evitar

A atenção está lá para todos verem. Tanto que é um dos primeiros aspectos que qualquer comensal observa ao caminhar entre as mesas de um restaurante.

Mesmo que não veja falhas no tratamento da atenção, explicamos-lhe alguns erros muito frequentes que podem existir no seu negócio.

Ignorando as preferências dos clientes frequentes

Cada restaurante tem o seu público cativo. São aqueles que assistem frequentemente e normalmente encomendam os mesmos pratos ou bebidas.

Esses clientes, como todos os outros, pedir-lhe-ão um tipo específico de cozedura, a eliminação de um ingrediente ou a adição de algo especial ao seu prato.

Uma vez que os clientes se lembram dos rostos, e por vezes até dos nomes dos empregados de mesa, esperam a mesma deferência por parte do pessoal.

Quer que ele se sinta em casa? Chame-o pelo nome, sugira a sua bebida com as especificações habituais e pode dar sinais claros de que se lembra dele.

Quanto aos ingredientes que pede para serem removidos, é importante saber se a causa é uma alergia ou uma reacção à mesma. Evitar problemas após a noite.

Falta de ferramentas adequadas

Não dispor do equipamento e mobiliário adequados para oferecer um bom serviço leva a uma diminuição da qualidade do restaurante. É também uma razão para um cliente não recomendar o estabelecimento ou fazer comentários negativos.

Cuidado com o estilo do seu restaurante. Por exemplo, se tiver um restaurante para idosos, ofereça a mesa mais próxima da saída, para que não tenha de atravessar todo o restaurante para chegar à sua mesa.

O pessoal deve estar com os seus uniformes adequados. Devem parecer e sentir-se confortáveis.

Têm de ter cadernos, pontos de venda, canetas e tudo o que for necessário para garantir que a atenção não é tropeçada.

Negligência das plataformas virtuais

Se o seu restaurante tem correio electrónico ou redes sociais é importante responder às perguntas, comentários e opiniões que deixaram clientes ou potenciais clientes.

Não só é relevante responder às boas opiniões e comentários que algumas pessoas deixaram, mas também reconhecer as más opiniões, pedir desculpa e melhorar o serviço.

Lembre-se que todos temos uma presença nas redes sociais. A sua reacção a qualquer comentário convidará a visitar o seu negócio ou a rejeitar qualquer convite para o mesmo.

As plataformas digitais são uma vitrina com as luzes acesas 24 horas por dia. Oferece horário de abertura e responde – sempre que possível – a quaisquer comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

BASIC DATA PROTECTION INFORMATION

Responsible: Envalia Group, S.L.

Purpose: Gestionar las solicitudes realizadas a través del sitio web, enviar comunicaciones comerciales y, en su caso, compras en línea.

Legitimation: Consentimiento del interesado.

Recipients: Los datos sólo se transmiten a los proveedores que tienen una relación contractual con Monouso.

Rights: Acceso a, Corrección, cancelación, oposición y otros derechos como se explica en la “Información adicional”.

Additional information: You can find additional and detailed information on data protection in our privacy policy